Tratamento para Disfunção Erétil (Impotência)

Tratamento Cirúrgico para Disfunção Erétil (Impotência)

Tratamento Cirúrgico para Disfunção Erétil (Impotência)
A impotência sexual é a incapacidade persistente de obter e/ou manter uma ereção suficiente para uma função sexual. Existem causas orgânicas (físicas) ou psicológicas e cabe ao urologista fazer o diagnóstico e estabelecer o melhor tratamento para cada paciente.

O diagnóstico da causa da disfunção erétil depende de uma boa história clínica, um exame físico e alguns exames complementares.

Algumas das opções terapêuticas são medicações por via oral (inibidores seletivos da 5-fosfodiesterase (PDE5), que aliado ao estímulo sexual favorece a ereção. Por ser um tratamento que também age em nível sistêmico, pode produzir alguns efeitos colaterais como rubor facial, dor de cabeça e queda da pressão arterial, entre outros. Outra opção terapêutica é a injeção intra-cavernosa no pênis. São injeções que devem ser aplicadas antes de todo ato sexual e o efeito colateral mais relevante é a ereção prolongada. Outras opções são a terapia psicológica, bomba de vácuo etc.

O tratamento cirúrgico para disfunção erétil, geralmente, é reservada para pacientes que não tiveram sucesso nas modalidades de tratamentos prévios. O procedimento cirúrgico é realizado com uma pequena incisão próxima ao pênis e é implantada um prótese peniana que sustenta-o e proporciona a posição ereta para atividade sexual. A cirurgia dura cerca de 1 hora, o paciente deve estar anestesiado e pode receber alta no mesmo dia. A cirurgia consiste no implante intra-cavernoso (dentro do pênis) de cilindros para a sustenção peniana.

Existem três tipos de próteses penianas que são as maleáveis, as articuláveis e as infláveis. A prótese peniana maleável/articulável (Semirrígida) é colocada dentro dos corpos cavernosos no pênis. Consiste em dois cilindros compostos por um núcleo de prata, recoberto com um tubo de politetrafluoretileno (PTFE), inserido em uma cobertura de silicone sólido.

A prótese permite que o homem deixe o pênis ereto durante a relação sexual e permite que o homem o dobre ao fim da relação e termine com a ereção peniana.

Leia também: Big Size é bom

(MALEÁVEL)

As próteses infláveis podem ser de 2 ou 3 volumes (a mais usada). Por um sistema de bomba quando o homem deseja ter uma ereção ele mesmo bombeia um dispositivo colocado no escroto. Esta ação envia fluído para os cilindros dentro do pênis e promove a ereção. Com as próteses de duas partes, o fluido é mantido na parte de trás dos cilindros infláveis. Com as versões de três partes (mais modernas), o líquido está contido em um reservatório separado dentro do abdome.

( 2 VOLUMES)

(3 VOMULES)
OBS: Em qualquer tipo de próteses todos os dispositivos ficam completamente escondidos.

A principal complicação da cirurgia é a infecção da prótese e sua substituição pode ser necessária, mas não é comum de acontecer. Defeitos mecânicos das próteses também não são comuns, mas podem ocorrer e acontecem mais com as próteses infláveis. Quando ocorre algum defeito nos componentes da prótese, uma nova cirurgia pode ser necessária.

Geralmente, o sexo após o implante da prótese peniana costuma ser satisfatório e prazeroso para o casal. O nível de satisfação do casal gira por volta dos 90%.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *